Arquivo para fevereiro, 2016

Escritos

Albert Woodfox (à direita) permaneceu por 43 anos confinado na solitária da prisão Angola, no estado da Louisiania, nos Estados Unidos

Do país dos “direitos humanos”

por Elaine Tavares Foram 43 anos numa solitária, na prisão de Angola, estado de Louisiana, Estados Unidos. Alguém pode imaginar maior violação dos direitos humanos? Ainda mais quando o “crime” cometido foi ser negro, e militante, num tempo em que os Estados Unidos viviam o auge da luta contra o […]

por × 26/02/2016 × 0 comentários

Política - análise

Moro e o MPF comprovam a força de Lula

Moro e o MPF comprovam a força de Lula

por Guilherme Scalzilli Alguns comentaristas torceram narizes diante de minha avaliação sobre a vantagem de Lula na campanha de 2018. Talvez, com certa razão, achem cedo para tecer prognósticos, especialmente os favoráveis ao PT. Mas será tão difícil reconhecer que a perseguição a Lula reflete o poder propagandístico do seu legado administrativo? […]

por × 24/02/2016 × 0 comentários

Memória

O advogado Francisco Julião, líder pela reforma agrária em Pernambuco nos anos 50 e 60, é um dos personagens retratados no documentário

O filme que o Brasil não podia ver

por Urariano Mota Meus amigos, aquela frase do personagem Corisco em Deus e o Diabo na Terra do Sol, quando ele grita: “Mais fortes são os poderes do povo”, eu posso agora adaptar para “Mais fortes são os poderes da pesquisa coletiva na internet”. A razão não é gratuita. Chegou […]

por × 23/02/2016 × 0 comentários

Escritos

O jornalista Lúcio Flávio Pinto enfrenta há décadas poderosos interesses na Amazônia

Cala a boca, jornalista!

por Elaine Tavares Ser jornalista é padecer. A profissão é, sem qualquer dúvida, filha do capitalismo. Nasce para “embelezar” o anúncio das mercadorias e com o andar da carruagem acaba fazendo do jornalismo também mercadoria. Mas, como bem diz Adelmo Genro Filho, que pensou uma teoria marxista do jornalismo, pode […]

por × 18/02/2016 × 0 comentários

Política

O juiz federal Sérgio Moro

O que Machado de Assis falou do juiz Sérgio Moro

por Urariano Mota O maior escritor brasileiro, gênio absoluto, não deixaria de falar sobre as aparências de justiça da direita brasileira. Mas o mais impressionante é que ele, Machado de Assis, tenha já falado do juiz Sérgio Moro. Sim, daquele mesmo que faz do Paraná o centro do golpe contra […]

por × 16/02/2016 × 5 comentários

Tecnologia

Desenho de Robert Crumb

Em busca do jornalismo perdido

por Elaine Tavares O grande livro de Ray Bradbury, Fahrenheit 451, ficção científica escrita em 1953, apontou uma sociedade futura na qual as pessoas teriam uma tela multidimensional na sala de casa e que ali ficaria passando informação sem parar, o dia todo, e a pessoa, viciada naquela algaravia, não […]

por × 12/02/2016 × 0 comentários

Escritos

A presidenta Dilma Rousseff cumprimenta o Eduardo Cunha, presidente da Câmara dos Deputados no evento que marcou o início do ano legislativo

O ano que vem

por Elaine Tavares A abertura dos trabalhos legislativos no Brasil mostrou que o ano de 2016 não vai ser fácil para os trabalhadores. Com a presença da presidenta Dilma, que falou para os deputados e senadores, buscando apoio para suas pautas, o que ficou nítido e claro é que muita […]

por × 05/02/2016 × 0 comentários

Política - análise

Por que tanto esforço para incriminar Lula?

Por que tanto esforço para incriminar Lula?

por Guilherme Scalzilli A resposta simplificada: porque é, desde já, o candidato mais forte na eleição de 2018. Seus governos são imbatíveis comparativamente. Não há estatística do período 2003-2010 que perca para outra similar no recorte histórico disponível. Isso ocorre tanto para os índices abrangentes da macroeconomia quanto para minúcias […]

por × 04/02/2016 × 0 comentários

Citação

Devota de Iemanjá faz sua prece na praia do Rio Vermelho, em Salvador

Como Iemanjá dá à luz as estrelas, as nuvens e os orixás

por Fernando do Valle   “Iemanjá vivia sozinha no Orum (a morada dos deuses). Ali ela vivia, ali dormia, ali se alimentava. Um dia Olodumare (ser supremo) decidiu que Iemanjá precisava ter uma família, ter com quem comer, conversar, brincar, viver. Então o estômago de Iemanjá cresceu e cresceu e […]

por × 02/02/2016 × 0 comentários