Exposição Conversas de Graciliano Ramos no MIS

A exposição Conversas de Graciliano será aberta hoje (dia 16 de setembro) no Museu da Imagem e do Som de São Paulo (MIS-SP).  A mostra audiovisual exibe 12 trabalhos feitos especialmente para o evento. Depoimentos e entrevistas do escritor e jornalista alagoano, registradas entre 1911 e 1953, revelam suas opiniões sobre vários assuntos como política, desigualdade social, cangaço, comunismo, artes e muitos outros.

16 de setembro Graciliano Ramos

O escritor Graciliano Ramos

Em 2013, o Zonacurva esteve presente na FLIP (Festa Literária de Paraty) em uma das discussões sobre o legado de Graciliano Ramos.

Entre os vídeos, podemos destacar o que mostra a amizade que uniu Graciliano e o pintor Cândido Portinari, e outro em que o videoartista Eder Santos apresenta sua interpretação da frase “Na escuridão percebi o valor enorme das palavras” do livro Infância (1945)que será projetado em uma tela de pano por um projetor que possibilita um jogo de transparências.

A exposição apresenta também objetos e documentos originais. Os documentos são oriundos de duas cidades alagoanas: Palmeira dos Índios (Museu Casa Graciliano Ramos) e Maceió (Arquivo Público de Alagoas), além de contar com o acervo da família. Entre os documentos e objetos cedidos pela família está o manuscrito da carta que Graciliano escreveu a Getúlio Vargas, após sua saída da prisão em 1937, documento até então inédito ao público.

Serviço: A exposição Conversas de Graciliano é gratuita e funciona de terça a sábado das 12h às 22h e domingos e feriados das 11h às 21h, até 9 de novembro.

Sou blogueiro e jornalista. Pai de Lorena, santista e obcecado por literatura, cinema, música e política.

Facebook Twitter 

Deixe uma resposta