Exposição sobre François Truffaut em São Paulo

Acaba de aportar no Museu da Imagem e do Som (MIS), zona oeste de São Paulo, a exposição Truffaut – Um Cineasta Apaixonado.  Criada pela Cinemateca Francesa, onde ficou em cartaz até fevereiro deste ano, a mostra é um mergulho nos detalhes da trajetória do cineasta francês através de 600 itens como livros, revistas, fotos e objetos pessoais do diretor, que foi um dos fundadores do movimento da nouvelle vague.

Em 21 de outubro do ano passado, completaram-se 30 anos da morte de François Truffaut, que tinha verdadeira obsessão em guardar os objetos relacionados à sua obra. Após sua morte, a família cuidou de seu acervo, que será apresentado ao público do MIS.

truffaut mis sp

Cena conhecida do filme Jules e Jim, do cineasta François Truffaut

Leia ensaio sobre o papel das mulheres nos filmes de Truffaut.

Documentos inéditos, encontrados graças a parentes e colaboradores do cineasta, como ensaios dos atores, um croqui de figurino, fotos de cena e acessórios do filme O último metrô/Le Dernier métro (1980), fazem parte da mostra. Correspondências, notas manuscritas e cadernos mostram o universo ficcional de François Truffaut e a relação de sua obra com a literatura. Entre seus filmes, estão adaptações literárias como Jules e Jim e As duas ingleses e o amor/Les Deux Anglaises et le Continent, ambas de Henri-Pierre Roché, e Fahrenheit 451 de Ray Bradbury.

A obra do cineasta francês também será abordada em três cursos entre agosto e setembro no MIS. Os cursos serão ministrados pelo crítico Sérgio Rizzo, o compositor Tony Berchmans e o professor Pedro Maciel Guimarães. As inscrições poderão ser feitas na página do museu.

truffaut mis sp

O cineasta francês François Truffaut

SERVIÇO:

Truffaut – Um Cineasta Apaixonado

Até 18 de outubro
Terças a sábados das 12h às 20h
Domingos e feriados das 11h às 19h.
Entrada R$ 10 (inteira) R$ 5 (meia) (na bilheteria do MIS).

Os ingressos podem ser comprados antecipadamente no link  por R$ 16 (inteira) e R$ 8 (meia).

Sou blogueiro e jornalista. Pai de Lorena, santista e obcecado por literatura, cinema, música e política.

Facebook Twitter 

Deixe uma resposta